52 – Forma Sonata – parte II (Danilo Guanais)

A estrutura da Sonata Clássica é aqui explicada de modo didático, revelando de que maneiras o compositor cria, amplia e resolve um conflito entre temas (melodias) em tonalidades diferentes. Este conflito permite a inclusão de uma dramaticidade na estrutura da Sonata, que então, a partir do Classicismo, adquire destaque entre os gêneros musicais instrumentais, juntamente com a Sinfonia e o Concerto, que se utilizam da mesma estrutura formal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *